11.10.05

O moço interessante

estava sentado na poltrona 13C do vôo Belo Horizonte-Brasília de ontem. Vestia camiseta e bermuda (bem mais adequado à primavera das duas cidades que esta ghost-blogger que lhes escreve, cheia de peças que não couberam na mala e lançando a moda do "engordei quase trinta quilos e minha roupas não fecham mais"). Ao perceber a calvície já pronunciada, o moço havia passado máquina zero nos cabelos que ainda restavam. Usava óculos de armação invisível, e aparentemente tinha lá seus metro e oitenta e pouquinhos. O moço interessante tinha um perfil interessante, uma cara boa. Lia um livro super-interessante, ao qual não foi possível evitar de lançar olhares curiosos. Ele deve ter desconfiado da leitura alheia por sobre seu ombro, pois, lá pelas tantas, foi se inclinando para a esquerda, esquerda, esquerda... até que se escondeu (e ao livro também) atrás das cadeiras, num ângulo impossível de espiar (que pena)! Na hora do lanche, o moço foi guloso, pediu duas porções e devorou tudo com gosto. Nisto, ele lembrou vagamente Vince Vaughn em seu último filme: um glutão porcalhão contudo charmosésimo. Aliás, (Papai-do-céu), aquele pedido daquele dia continua valendo. O moço interessante percebeu que alguém - quem será? - o observava detonar o pobre pacotinho de amendoim e deu uma rápida olhadela a seu redor para afugentar os intrusos desse momento tão íntimo. Depois retornou à leitura oculta do livro interessante. Quando tudo já era coincidência demais (o tema do livro, o estilo de se vestir, a ausência de aliança no dedo, o talento para glutonaria, o modo de chupar o gelo do copo, etc.), o moço sacou da bagagem de mão uma revista sobre arquitetura e se fixou em uma matéria que enfocava projetos ecologicamente corretos com madeira reaproveitada. Aí, epa!!!, a santa desconfiou da esmola e travou um diálogo mental com o supracitado Papai-do-céu, que pode ser resumido mais ou menos assim: "uai sô, tá de palhaçada comigo!?!" Então, o avião começou a descer e o moço interessante resolveu - isto são horas? - ir ao banheiro. Uma mente minimamente lógica concluiria que o pouso na Capital seria apenas escala para o moço interessante, que, tendo ainda um longo trajeto pela frente, devia aproveitar o instante (vai que não dá para ir enquanto a nave estiver parada, sei lá, são mais duas viagens até Aracaju)... mas essa tal mente lógica estaria, no caso, redondamente enganada. O moço desembarcou na mesma cidade que esta moça aqui, modesta-porém-honesta-mente também interessante, a essas alturas já detetive de mão cheia. No meio do conturbado corredor, um esbarrão, um "ops desculpa" e um "não foi nada" quebraram o silêncio dos dois (um que lia, outra que só prestava atenção há 56 minutos). Por acaso ou não, ambos se encontraram novamente na esteira de bagagem; dessa vez, o moço interessante chegou depois e veio parar o carrinho bem ao lado de sua observadora talvez secreta. Foi aí que a pulga apareceu atrás da orelha desta espiã-redatora, ao notar um tom... assim... diferente do esperado... na voz do moço, que prontamente puxou papo enquanto as malas não chegavam. Contrariando o porte, o jeito de andar, de comer (HEHEHE), poderia o moço interessante, justamente sendo interessante em tantos aspectos, ser gay? Ou sua entonação sustenida refletiria apenas uma personalidade simpática e o alívio de estar finalmente em terra firme?

Às vezes, a gente se engana e considera vestígio de homossexualidade o fato de um moço ser ao mesmo tempo expansivo, bem-informado e ajeitadinho.

Moço interessante, se você estiver por aí e gostar de meninas, dê notícia.

5 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Jorge Fecuri disse...

Adorei! Li em voz alta aqui no trabalho e não conseguíamos esperar pelo fim!!!
Beijos,
Jorge

Ju disse...

Menina, adorei esse seu texto!!!
Aliás, você sempre teve jeito pra coisa... Agora... Estou tão curiosa pra ver esse "investigado"... Fiquei tentando vizualizar o sujeito...
Você é "tudibom" mesmo. Adorei seu blog...
Um beijão, Ju ("Sketches" - Remenber me?).

Nanna disse...

Muito, muito bom o seu blog, viu?? A-do-rei!!! Beijinhos pra vc!!!

Ju disse...

É "VISUALIZAR" - GOSH! Q ABSURDO!!!
TARDEI MAS NÃO FALHEI!!!

Tava lendo seus posts anteriores e caí nesse. E estava eu sacaneando, em pensamento, a ANTA que escreveu "vizualizar"!!!
Até que li, ao final "Ju Sketches" e me dei conta que a ANTA ANALFABETA era A MINHA PESSOA!!!
Que vergonha!!! shame, shame, shame!!!
:-D
Demorou, mas a errata foi devidamente "anexada"...
Beijão, tá muito legal seu blog!!!
Ju.